segunda-feira, 2 de novembro de 2009

O UIRAPURU

A lenda do uirapuru é interessante. Dizem que no Sul do Brasil, havia uma tribo de índios, cujo cacique era amado por duas moças muito bonitas.
Não sabendo qual escolher, o jovem cacique prometeu casar-se com aquela que tivesse melhor pontaria.
Aceita a prova, as duas índias atiraram as flechas, mas só uma acertou o alvo. Essa casou-se com o chefe da tribo.
A outra, chamada Oribici, chorou tanto que suas lágrimas formaram uma fonte e um córrego.
Pediu ela a Tupã que a transformasse num passarinho para poder visitar o cacique sem ser reconhecida.
Tupã fez a sua vontade. Mas verificando que o cacique amava a sua esposa, Oribici resolveu abandonar aqueles lugares.
E voou para o Norte do Brasil, indo parar nas matas da Amazônia
Para consola-lá, Tupã deu-lhe um canto melodioso. Assim canta para esquecer as suas mágoas, e os outros pássaros quando encontram o uirapuru, ficam calados para ouvir as suas notas maravilhosas.
Por causa de seu canto belo, chamam de professor de canto dos pássaros.

O uirapuru (Leucolepis arada) é o cantor das florestas amazônicas. Seu visual não é dos mais atraentes, normalmente tem a cor verde-oliva com cauda avermelhada, entretanto tem um canto tão lindo, tão melodioso que os outros pássaros ficam quietos e silenciosos, só para ouvi-lo. Todavia este canto somente pode ser ouvido 15 dias por ano, na época em que constrói o seu ninho.
Não bastasse isto, ele canta somente ao amanhecer, por 5 ou 10 minutos.

Neste pássaro o real e o lendário se confundem, dizem que ele não repete frases musicais.

Por todas estas qualidades os indígenas e sertanejos acham que ele é um pássaro sobrenatural.
Na verdade o seu nome quer dizer: "pássaro que não é pássaro".
Depois de morto o seu corpo é considerado um talismã que dá felicidade a quem o possui.
Para os tupis o uirapuru é um deus que toma a forma de pássaro e anda sempre rodeado de outros, a ele atribuem a virtude de conduzir um refluir de pessoas à casa de quem possui um deles .

***************

INSPIRANDO ARTISTAS

O uirapuru também encanta os artistas. O maestro Heitor Villa-Lobos compôs em 1917 o poema sinfônico "Uirapuru", baseado em material do folclore coletado em viagens pelo interior do Brasil. Na lenda que inspirou a obra, o pássaro encantado - "rei do amor" - é flechado no coração por uma moça embevecida com a suave canção e transforma-se em um garboso jovem.




UIRAPURU (letra e música)
Jacobina e Murilo Latini

Uirapuru, uirapuru
Seresteiro, cantador do meu sertão
Uirapuru, uirapuru
Ele canta as mágoas do meu coração
A mata inteira fica muda ao teu cantar
Tudo se cala para ouvir tua canção
Que vai ao céu numa sentida melodia
Vai a Deus em forma triste de oração
Uirapuru, uirapuru
Se Deus ouvisse o que te sai do coração
Entenderia que é de dor tua canção
E nos teus olhos tanto pranto rolaria
Que daria para salvar o meu sertão
Uirapuru, uirapuru
Seresteiro, cantador do meu sertão
Uirapuru, uirapuru
Ele canta as mágoas do meu coração.

***************

DADOS

NOMES COMUNS: Uirapuru-verdadeiro, Corneta ou Músico.

NOME EM INGLÊS: Organ Wren

NOME CIENTÍFICO: Cyphorhinus aradus

FILO: Chordata

CLASSE: Aves

FAMÍLIA: Troglodytidae

PLUMAGEM: pardo-avermelhada e bem simples

CARACTERÍSTICA FÍSICA: Tem bico forte, pés grandes e, às vezes, nos lados da cabeça, um desenho branco.

COMPRIMENTO: 12,5 cm.

CANTO: Com um canto longo e melodioso, sua "intenção" é outra: a atração para acasalamento. Esses cantos duram de dez a quinze minutos ao amanhecer e ao anoitecer, na época de construção do ninho. Durante o ano todo, o uirapuru canta apenas cerca de quinze dias. O canto do uirapuru ecoa na mata virgem. O som, puro e delicado como o de uma flauta, parece ter saído de uma entidade divina. Os caboclos mateiros dizem com grande convicção que, quando canta o uirapuru, a floresta silencia. Como se todos os cantores parassem para reverenciar o mestre.

Fonte: http://www.uirapurumidis.hpgvip.ig.com.br/lenda_do_uirapuru.htm


16 comentários:

Julimar Murat on 2 de novembro de 2009 05:18 disse...

Nossa Sassá

Que legal!!

Como Deus é maravilhoso, em nos presentear a cada instante das mais diferentes formas.

Obrigada por trazer ao nosso conhecimento mais esta obra

Beijos

Julimar

angela on 2 de novembro de 2009 06:29 disse...

Sassa Luz
Amei, muito lindo o post. O canto do passaro e o canto grave do Murilo, adorei.
beijos

Malu on 2 de novembro de 2009 07:50 disse...

Sassá,
É uma belíssima lenda, como todas as nossas lendas brasileiras, deste País abençoado pelo Criador.
Além do que seu canto é majestoso.
Bela escolha e muito bem disposta nas suas páginas.
Beijinhos do coração

tereza ferraz on 2 de novembro de 2009 11:18 disse...

Sassá!
Belíssimo!
Grata por tal texto!
...a natureza perfeita.
bjs no coração

Lívia Luz on 2 de novembro de 2009 13:01 disse...

Olá Sarah
Belíssima postagem
Que bom que a natureza se faz presente em nossas vidas.
beijinhos no coração

Maria José on 3 de novembro de 2009 07:59 disse...

Sassá. Esta é uma bela lenda, assim como a música, que sempre gostei da letra e música. Adorei reviver este tema. Beijos e uma ótima semana, amiga e obrigada por visitar meu espaço.

Malu on 3 de novembro de 2009 13:58 disse...

Minha linda,
Tem um selinho muito especial para ti, lá no Infinito.
Muitos beijinhos

Zininha on 3 de novembro de 2009 15:18 disse...

Sou fascinada pelas aves...
Que canto mais melodioso...
Fantástico...
beijos...

HD on 4 de novembro de 2009 08:31 disse...

First I want to congratulate you for this amazing blog!
Want to know about shopping mall hotels and many more.
Log On To http://www.whydubai.net

We hope you like it. Please send us any feedback and help us improve the sites further.

Cris Tarcia on 4 de novembro de 2009 08:51 disse...

Ola!

Linda história, cheia de encanto

Beijos

Viveka on 5 de novembro de 2009 04:02 disse...

Que beleza de história, e o canto do uirapuru é belíssimo.
Namasté
Beijos

JPBARROS on 5 de novembro de 2009 09:04 disse...

Muito lindo, a natureza é perfeita e não tem enganos, quando queremos mudar o que esta bem, simplesmente adulteramos estragamos e distanciamo-nos dessa perfeição.

Gostei, um abraço

Edilza on 6 de novembro de 2009 04:45 disse...

Lindo post. Relembrou minha infância quando ouvia minha avó cantar essa canção... deu saudade. São coisinhas tão pequenas como essas que fazem nosso dia mais feliz. Parabéns pelo blog é maravilhoso.

Sassá Luz on 6 de novembro de 2009 09:40 disse...

agradeço a todos os amigos
Abraços

Sassá Luz on 6 de novembro de 2009 09:45 disse...

Muito obg pelos comentários, um abraço

Carla on 10 de novembro de 2009 03:53 disse...

Olá! Passei para ver o blog e desjar uma ótima semana. Bonita lenda do Uirapuru

 

**Desenho: Mamanunes Templates **Inspiração:Ipietoon's **Imagem digital: Kazuhiko Nakamura